A obtenção de liminar para que Bancoop e OAS respeitem contrato do Residencial Butantã.

 

Clique aqui e assita o video que foi feito sobre a matéria na TV Bandeirantes

 

 

O Jornal da Band mostrou  com exclusividade, que mutuários da cooperativa habitacional dos bancários de São Paulo, a Bancoop, estão sendo coagidos pela construtora OAS que assumiu o empreendimento, a pagar novamente por imóveis quitados e que nem foram entregues. Para o Judiciário, a proposta feita pela OAS aos cooperados da Bancoop é irregular. Na quarta, o Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou liminar dada por um juiz proibindo a cobrança.

 

O escritório Mestieri Duckworth, na figura de sua advogada Luiza Santelli Mestieri  Duckworth, que defende alguns compradores de Aptos , consegui em liminar que o contrato firmado entre Bancoop e comprador seja respeitado sob pena de multa de R$ 145.000,00, o despacho da eminente juiza da 42ª Vara Civil, foi agravado pela Bancoop, e o Tribunal de Justiça por votação unânime manteve a decisão que manda respeitar o contrato firmado.

 

E mister esclarecer que o contrato é ato juridico perfeito , cuja constituição protege em seu artigo 5 , inciso XVI, portanto , nosso escritório nada mas fez do que frear os abusos destas duas empresas ao negócio juridico perfeito e a lei vigente.

 

Nossa meta é esta ser instrumento dos direitos de nossos clientes.

Luiza S. Mestieri Duckworth




Comentários
Fazer um comentário
Marcelo
24/11/2011 12:11:45
Parabéns a todos vocês por essa vitória!!! Sou mais uma vítima da Bancoop nesse mesmo condomínio (Altos do Butantã) e também estou na justiça lutando pelos meus direitos!


Voltar ao Artigo
Deixe um Comentário
   Todos os campos são obrigatório

Leilao de imoveis já O direito imobiliario
   © 2017 - MD DIREITO.

RUA HENRIQUE SCHAUMANN, 286 - CJ 104 - Pinheiros / CEP:05413-010 | Tel:(11) 2389.2212


Av. Dr. Pedro Lessa, 1920, CJ 76, Santos - SP / CEP 11025-002 | Tel.: (13) 3385-6583



Criar Loja Virtual Grátis